Gonçalo Junior
   
Histórico
Outros sites
UOL - O melhor conteúdo
BOL - E-mail grátis

Votação
Dê uma nota para meu blog

 


IMPRESSÕES DE VIAGEM

Livro 2 – ALCEU PENNA E AS GAROTAS DO BRASIL


Levei mais de três anos para lançar meu segundo livro. A gente sempre acha que depois do primeiro tudo fica fácil. Que nada. Pelo menos no meu caso, a coisa emperrou. Passei 2001 e 2002 em busca de um editor para A guerra dos gibis, que será tema em breve aqui. Finalmente sairia em dezembro de 2004. Antes, porém, publiquei Alceu Penna e as garotas do Brasil, um livrinho com pouco mais de uma centena de páginas sobre o lendário cartunista e setorista de moda da revista O Cruzeiro, entre as décadas de 1930 e 1960.

Alceu foi minha primeira biografia e apontaria o caminho que eu seguiria na escolha de meus biografados: tipos pouco conhecidos ou esquecidos mais que tinham enorme importância histórica. Aliás, a opção por esse caminho só me daria uma certeza: de que não ganharia dinheiro com livros, pois as vendas teriam pouca força, faltava a meus personagens "apelo comercial". Nunca me arrependi disso. Dinheiro nunca foi uma meta ou uma prioridade para mim.

Eu tinha bons motivos para me empolgar com Alceu. Ele foi bastante influente para as mulheres e importante para a sua emancipação política e como cidadãs, trabalhadoras etc. Toda semana, esse mineiro discreto e talentoso, altamente confiante em sua capacidade, publicava em O cruzeiro a coluna “As Garotas”, em que pregava a liberdade das moças, o direito delas irem sozinhas à praia, de namorarem sem se casar, de se divertir sem patrulhamento moral da sociedade, da família, dos vizinhos. Era, enfim, um subversivo.

Aliás, mais que isso. Por causa da Segunda Guerra Mundial, O cruzeiro não podia importar editoriais de moda da França e coube a Alceu Penna criar aqui coleções para as leitoras e virou um talentoso figurinista, além de pioneiro da moda no Brasil - posição, aliás, que ainda espera reconhecimento. Foi amigo de Carmen Miranda, fez roupas para ela e dizem até que a ensinou a mexer a saia rodada em movimento de ondas. A primeira oportunidade de trabalho que Millôr Fernandes teve foi como assistente desenho de Alceu, que o levou para trabalhar na lendária revista de Assis Chateaubriand.

Mas foi por causa dos quadrinhos que ele fazia em parceria com Nelson Rodrigues para o jornal O Globo Juvenil, de Roberto Marinho, que fui atrás de sua história e conseguir entrar em contato com sua irmã, Tereza Penna. Com ela, Alceu tinha passado seus últimos anos de vida. E tinha guardado um acervo fantástico de documentos, como cartas, desenhos inacabados ou inéditos, uma montanha de originais etc.

Dona Tereza abriu-me seu arquivo, confiou em mim – e se arrependeria amargamente disso, como contarei no momento de falar da segunda edição deste livro. Então, fotocopiei na papelaria da esquina de seu prédio dezenas de cartas e, por incrível que pareça, escrevi o livro em três dias. Com tanta informação, o texto jorrou de minha cabeça. Achei que ficou redondinho e procurei meu amigo Wagner Augusto, dono da editora Clube dos Quadrinhos (Cluq), que, gentilmente, topou publicá-lo com uma pequena tiragem de 500 exemplares.

Alceu Penna e as garotas do Brasil teve a tiragem esgotada em poucos meses. Virou um xodó dos vendedores do setor de moda da Livraria Cultura, único lugar em que foi colocado para vender. Despretensioso, tornou-se importantíssimo para mim. Eu o fiz em momento pessoal muito complicado de minha aventura paulistana. Serviu demais para melhorar minha auto-estima e me dar confiança, provar que eu poderia fazer voos até mais ousados e que o formato livro me ajudaria a me realizar como jornalista, com a mais completa liberdade para escrever o que quisesse, mas sem abrir mão da liberdade.

Sem contar que o livro anterior, País da TV, era uma coletânea de entrevistas. E A Guerra dos Gibis ainda não tinha sido publicado. Por tudo isso, tenho um enorme orgulho dessa primeira edição.

 



Escrito por goncalo.junior às 02h02
[] [envie esta mensagem] []


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]